Ocorreu um erro neste dispositivo

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Exercício Físico e Frio

Com a chegada do frio e o tempo húmido, o nosso organismo fica enfraquecido, contraindo diversas vezes doenças relacionadas com esta altura do ano. O exemplo disso, são as constipações e gripes sazonais.


Existem várias formas de prevenção, e segundo os últimos estudos do Colégio Americano de Desporto e Medicina (ACSM) a actividade física moderada e contínua é fundamental para aumentar a resposta imunológica do nosso organismo.

Sabe-se que pessoas mais saudáveis, adoecem menos vezes. Mas agora, sabe-se também que permanecem menos tempo em cada doença.

Vários estudos têm mostrado uma diminuição de 25% a 50% no período de tempo de constipação para pessoas activas que fazem pelo menos 45 minutos de exercício de intensidade moderada (como caminhada) na maioria dos dias da semana.

Essa redução na doença ultrapassa de longe o efeito que qualquer droga ou comprimido podem oferecer. Basta um par de sapatilhas para ajudar a evitar a constipação, e caso a contraia a diminuir o tempo que está doente, tornando-se num dos milhares que preveniu as doenças relacionadas com o frio comum do inverno tirando partido do exercício físico.



Saiba, também que pessoas mais activas são mais felizes. De acordo com alguns estudos, existem indicadores que as pessoas infelizes contraem doenças com mais facilidade. Portanto, se for mais feliz, adoece com menos frequência. E é aí que o exercício físico ajuda.



É importante referir, que o exercício deve ser consciente e adequado. Nunca se esqueça que existem profissionais que estarão dispostos a ajudar. Não é difícil perceber, que quando as pessoas são motivadas, orientadas e ajudadas, os resultados são mais eficientes e duradouros. Pode-se considerar então, que será uma “vacina” a longo prazo. Pois a garantia que será ajudada por um profissional, é que não desistirá. Ao manter-se activo, estará a fazer uma prevenção de longo prazo. Terá menos probabilidades em adoecer nos próximos tempos, mas também no futuro.



Além de todos estes benefícios em termos imunológicos, não deve nunca esquecer outros problemas de saúde associados. Sabemos que existem pessoas que sofrem mais com o frio, devido ao seu estado patológico. Situações de má-circulação nas extremidades que levam a frieiras e cortes nas mãos e pés, provocados pelo frio. Pessoas com doenças do foro cardio-respiratório, que sentem mais dificuldade em respirar com o frio. Enfim, uma infinidade de patologias, que para além de melhorarem com o exercício físico, pois este tem impacto positivo em todos os sistemas, ainda sofrerá menos com as doenças agregadas. São sempre boas notícias. Umas atrás das outras. A verdade é que o preço a pagar num ginásio, não chega a uma décima parte do que em média as pessoas gastam em medicamentos. Pense que uma caixa de medicamentos a menos, aliviará o seu orçamento mensal, acrescido que não ficará de baixa, ou terá de faltar ao trabalho.

Crê-se, hoje em dia, que o absentismo é o principal factor de não-produção. A verdade é que não produzimos quando estamos doentes. Mas podemos prevenir isso, sendo mais saudáveis.

Faça mais por si, pela economia e pelos seus: Faça exercício físico.

Seja mais saudável hoje e sempre.





No entanto, se já está doente e não tem certeza se deve optar pelo ginásio ou pelo sofá, siga estas dicas:



* Fazer exercício se o frio afectou mais a zona superior do corpo, como por exemplo a dor de garganta e os espirros.

* Não exagere. Se está constipado deve fazer exercícios moderados (como por exemplo caminhadas). Os estudos não mostraram quaisquer efeitos negativos do exercício moderado para quem sofre de constipações comuns.

* Deve ficar na cama, se sua doença é "sistémica" - isto é, quando não se trata apenas dos espirros. As infecções respiratórias, febre, glândulas inchadas e dores extremas são bons motivos para descansar em casa em vez de sair de casa.

* Não recomece com a intensidade de treino anterior a paragem. Se está a recuperar de uma constipação ou gripe, comece gradualmente, principalmente se ultrapassou as 2 semanas de descanso.



Também é aconselhável fazer exercício antes de receber uma vacina contra a gripe. Exercícios de intensidade moderada pouco antes da vacinação melhoram a resposta do organismo à vacina, aumentando a imunidade.



sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Loading...